Capítulo 30 - Descoberta

Olá! Então, agora vocês vão descobrir o que é que a Sara vai fazer! xD Espero que gostem do capítulo, tenho recebido comentário muito simpáticos e motivadores, obrigado a todas!

 

 

P.O.V. Viviana

 

A Sara estava a chorar, não percebi muito bem se era de tristeza. Eu levantei-me para lhe ir dar um abraço e ela deu-me uma estalada, o Gustavo veio a correr na minha direcção. Escondi a cara nas mãos e comecei a chorar.


- Ouve lá, mas quem é que achas que és para bateres na Vivi? - Disse a Jéssica furiosa.


- Essa cabra, mentiu-me! - Gritou a Sara enquanto chorava. - Nós fizemos um pacto, Viviana! - Disse ela a chorar cada vez mais.


- Sara, é melhor ires embora. - Disse o Gustavo enquanto me abraçava.


- O quê?! Ela engana-me e tu defendes-a a ela?! - Gritou ela e depois riu-se como uma maluca.


- Sara! - Gritou o Gustavo. Ouvia a ir-se embora e o Gustavo largou-me quando ela já se tinha ido embora. - Vivi. - Ele tirou-me as mãos da cara. Olhei para ele e reparei que ele estava com um ar preocupado. Abracei-o com mais força. As lágrimas escorriam-me pela cara, ainda dorida da estalada da Sara, e molhavam-lhe a camisola. Ele levou-me com cuidado para o skate onde estávamos. - Vivi, tu já sabias que ela ia descobrir. - Ele tentou acalmar-me, mas as lágrimas insistiam em cair.


- Eu odeio-me! - Disse eu, enquanto chorava.


- Rapariga, tem calma, daqui a um bocado temos aqui um rio. - Disse o João a tentar ajudar.


- João, não ajudas-te! - Disse o Pedro. A Jéssica veio ter comigo.


- Vivi, não te preocupes, ela é que fica a perder. - Disse ela. Eu parei de chorar e olhei para ela. Ela sorriu-me. - Anda cá, tontinha! - Ela abriu os braços e eu dei-lhe um abraço. Aquele abraço soube-me tão bem. - Agora vá, recompõe-te para irmos a minha casa arranjar-nos para hoje á noite, okai? - Eu sorri-lhe e limpei as minhas lágrimas.


- Desculpa. - Disse eu ao Gustavo. Ele sorriu-me.


- O importante é que esteja tudo bem. - Eu aproximei-me dele e dei-lhe um beijo. - Querem companhia para ir até casa da Jéssica? - Perguntou o Gustavo a olhar para nós.


- Claro. - Disse eu a sorrir. - Vocês também querem vir? - Perguntei eu, ao resto dos rapazes.


- Estás a gozar? É claro que sim! - Disse o Pedro a rir, enquanto metia um braço á volta dos ombros da irmã. - Acompanha a minha maninha querida!


- Acho que acabei de apanhar peste! - Disse ela a desviar-se do irmão. Toda a gente se começou a rir.


- Porta-te bem enquanto eu não tiver por perto, okai? - Sussurrou o Gustavo ao meu ouvido. Eu olhei para ele e sorri.


- Estás com medo que eu te traia? - Ele riu e deu-me um beijo...


publicado por Find Who It Is às 22:31 | link do post | comentar | ver comentários (11)