Capítulo 27 - "Eu e tu nunca vamos ter nada haver um com o outro!"

Olá! Hoje tenho uma pequena supresa! ;) Hoje fiz um capítulo contado pela Sara! Ah, pois é! :D Neste capítulo a Sara ficou finalmente a saber do namoro secreto da Vivi e do Gonçalo! :D

 

 

P.O.V. Sara

 

Doía-me imenso a cabeça, a Vivi tinha razão, eu não devia ter bebido tantos shots de tequila. Levantei-me da cama, mesmo que para mim o mundo anda-se á roda. Decidi tomar um banho de água fria, paara ver se esta coisa da ressaca ficava em stand by. Tomei o banho, fui até ao meu quarto e vesti-me. Tinha que ir apanhar um bocado de ar fresco. A Viviana costumava dizer que a piscina era agradável e eu lembro-me de ter ido com ela uma vez á tal piscina. Agarrei nas chaves de casa e no telemóvel e fui até á piscina.


A piscina não era muito longe da minha casa, mas para uma pessoa que está de ressaca é a mesma coisa que ir dos Estados Unidos até á China. Quando cheguei lá, estava um rapaz a nadar. Tentei ser o mais discreta possível para não importunar o rapaz. Encontrei uma espreguiçadeira num dos cantos da piscina. Deitei-me nela e fechei os olhos. Passado um bocado senti alguém a meter-se á minha frente, abri os olhos e fiquei espantada. Era o Gonçalo!


- Olá. - Disse ele com um sorriso forçado. Sentei-me na minha espreguiçadeira.


- Olá! - Disse eu com um sorriso enorme.


- Posso? - Apontou para os pés da espreguiçadeira.


- Claro! - Sentei-me na cabeça com as pernas encolhidas. Ele sentou-se com as pernas abertas e passou os dedos pelo cabelo. Eu ia-me derreter a qualquer momento.


- Tu és a Sara, certo? - Perguntou ele, enquanto apontava para mim. Eu acenei que sim. Ele sabia o meu nome! Eu estava definitivamente nas nuvens - Pois, a Viviana falou-me de ti. - Porra! Sempre a Viviana! Toda a gente adora a Viviana!


- Ah! Pois, a Viviana. - Disse eu, sem entusiasmo. - Mas tu e ela falam-se? - Ele riu-se.


- Eu possivelmente vou-me arrepender de te contar isto, mas já não tenho mais nada a perder. - Disse ele a rir com um ar de desprezo. - Eu e a Viviana andávamos. - Eu olhei para ele com os olhos mais esbugalhados do que um peixe.


- Tu e ela, o quê?! - Perguntei eu.


- Andávamos, desde do momento em que tu e ela fizeram o tal pacto. - Disse ele a rir cada vez mais.


- Qual é a piada?


- Devo estar mesmo desesperado, ao ponto de falar contigo. - Fiz um olhar aborrecido.


- Isso não foi nada simpático! - Exclamei.


- E eu disse que era para ser? - Disse ele, irónico. - Percebe uma coisa, eu não te suporto. - Ele disse aquilo com desprezo. Quando ele disse aquilo pareceu que o chão tinha desaparecido e eu estava a pairar perdida no vazio.


- Então porque é que vieste aqui falar comigo? - Perguntei eu a fazer um esforço para não deixar que a minha voz soa-se triste.


- Mesmo para te disser que eu e tu nunca vamos ter nada haver um com o outro! - As lágrimas começaram a vir-me as lágrimas aos olhos. - Se não fosses tu, eu e a Viviana, ainda eramos namorados, mas como tu gostas de mim, fizeram essa merda de pacto. - Ele disse aquilo e levantou-se. As lágrimas escorreram-me cara abaixo. - E não vale a pena chorares, ninguém vai ter pena de ti por o fazeres. - Ele foi-se embora e deixou-me ali a chorar...

 

PS: Quero ver quantas pessoas é que dizem que o Gonçalo foi um estúpido e que tiveram pena da Sara! ;D

publicado por Find Who It Is às 15:51 | link do post | comentar | ver comentários (8)