Capítulo 20 - "Pensava que era importante para ti!"

Olá! Portanto, como já devem ter reparado o blog está com um novo visual! :) E queria que deixassem aí em baixo ↓ um comentário a dizer se gostam ou não. E como também já devem ter reparado, o blog tem novo nome. Este novo nome é o título da minha fic - sim, depois de vinte capítulos, arranjei um nome para a fic. Bem, mas avançando, acabei o capítulo 20 (Hiey!) e espero que gostem! ;) Eu sei que a Camila não tem sido uma personagem importante na história, mas garanto-vos que vai haver muita história a rodeá-la! ;)

 

 

P.O.V. Camila


A festa já tinha começado e estava mesmo fantástica. Tinha bebidas por tudo o que era sitio (obviamente e para muita felicidade de todos, havia bebidas alcoólicas!), o DJ não era grande coisa, mas a música nem era má. Conhecia o pessoal todo da festa.

 

- Olá, Camila! – Disse a Raquel ao chegar-se ao pé de mim. Eu abracei-a com imensa força.

 

- Parabéns! 16 anitos, hãm? – Disse eu a rir. Ela riu-se também. – Toma. – Dei-lhe um pequeno embrulho. Tinha-lhe comprado tipo, uns brincos, mesmo muito giros. – Não é grande coisa, mas espero que gostes. – Sorri-lhe. Ela abriu o embrulho e sorriu-me.

 

- São lindos! Obrigado. – Disse ela a abraçar-me. – Hey, sabes do Francisco?

 

- Não, mas se quiseres mando-lhe um SMS. – Ela acenou afirmativamente com a cabeça. Eu agarrei no telemóvel (Sim, é verdade, eu morro sem o meu telemóvel!) e enviei-lhe um SMS a perguntar onde é que estava. Passado dois minutos ele respondeu-me a dizer que estava na escola a fazer uns cestos e disse para eu ir lá ter com ele, porque não queria vir sozinho para a festa – que maricas o raio do rapaz.

 

- Raquel, tenho de ir só a um sitio, já volto, okai? – Ela acenou com a cabeça afirmativamente e eu fui-me embora ter com ele até á escola. Eu e o Francis eramos os melhores amigos á 3 anos, quando me mudei para a escola actual e deixei o bairro social, onde eu e a minha mãe estávamos a viver. Ele, a Viviana e a Sara já eram amigos á 2 anos (Vá ele e a Vivi eram um bocado mais que amigos, mas mesmo assim.) e foram os primeiros a aceitar-me.

 

Cheguei á escola e mostrei o meu cartão de estudante ao segurança, ele deixou-me passar. Normalmente quando se entra na escola a horas estranhas, temos que mostrar a identificação. Fui direita ao ginásio coberto e lá estava ele a “driblar” e a tentar fazer com que a bola entra-se na rede, mas sem sucesso. Sentei-me nas bancadas á espera que ele acaba-se. Ele tentou uma última vez mas falhou. Agarrou na bola e bateu-a com imensa força no chão, ela saltou pelo menos até ao limite da tabela. Ele olhou para mim e veio ter comigo.

 

- Eu até te dava um abraço, mas… - Disse eu enquanto me levantava. – ‘Tás todo suado! – Fiz uma cara de nojo e ele sorriu.

 

- Cala-te. – Ele abraçou-me e riu-se.

 

- Vamos? – Ele olhou para o lado.

 

- Não me apetece ir á festa. – Disse ele enquanto se sentava nas bancadas de pernas abertas e a esfregar as mãos no meio delas. Sentei-me ao lado dele. – Quero ficar aqui. – Suspirei, mais uma vez a conversa do Basketball.

 

- Queres ficar aqui, a fazer o quê? Matares-te a treinar? – Resmunguei com ele.

 

- O treinador diz que se não me esforçar mais… - Ele olhou para mim nos olhos. – Vou começar a ficar no banco. Por favor, Camila. – Ele tentou dar-me um abraço, mas eu desviei-me. Ele ficou a olhar para mim surpreendido, virei a cara para o outro lado e comecei a chorar. – Vá lá Camila! Não chores, por favor. – Ele levantou-se e sentou-se ao meu lado esquerdo, para onde tinha virado a cara. Olhei para ele, com as lágrimas a escorrerem-me pela cara.

 

- Eu pensava que era importante para ti! – Ele ficou com um ar triste e baixou a cabeça. – Mas pelos vistos enganei-me. – Levantei-me e agarrei na minha pequena mala. Deixei-o o ali e saí pela porta do ginásio.

 

Acho que nos próximos tempos, não nos vamos falar…

publicado por Find Who It Is às 17:26 | link do post | comentar | ver comentários (6)